c-oncertavel ©
Não me importa qual seja teu sonho, apenas saiba que ele é possivel -Gabs
Tem beijo que parece mordida, tem mordida que parece carinho. Tem carinho que parece briga, tem briga que aparece pra trazer sorriso. Tem riso que parece choro, tem choro que é por alegria. Tem dia que parece noite, e a tristeza parece poesia. Tem motivo pra viver de novo, tem o novo que quer ter o motivo. Tem aquele que parece feio, mas o coração nos diz que é o mais bonito.
O Teatro Mágico.   
Há 3 horas / 56.357 notas / reblog
Só toma cuidado viu, porque quando eu começar a sentir nada, você vai implorar para que eu sinta pelo menos pena.
Thiara Macedo.    
Há 3 horas / 41.799 notas / reblog
Não se trata de estar certo ou errado. Sabe quantas vezes eu estava certo e mesmo assim tive que pedir desculpas?
Todo Mundo Odeia o Chris. 
Há 3 horas / 35.870 notas / reblog
Na hora, eu quis perguntar se tinha algo a ver com outra pessoa, mas quando estão nos abandonando ninguém nunca menciona nome de terceiros, sempre dizem nada ter a ver com outras pessoas, como se não existisse mais ninguém na cidade.
Gabito Nunes. 
Há 3 horas / 2.041 notas / reblog
Ainda não foi ontem, talvez nem seja amanhã, mas já me faz sofrer a simples possibilidade de um dia você acordar sem vontade de mim.
Fred Medeiros.  
Há 3 horas / 2.827 notas / reblog
Na hora, eu quis perguntar se tinha algo a ver com outra pessoa, mas quando estão nos abandonando ninguém nunca menciona nome de terceiros, sempre dizem nada ter a ver com outras pessoas, como se não existisse mais ninguém na cidade.
Gabito Nunes.   
Há 3 horas / 2.041 notas / reblog
E quando você simplesmente não fizer mais a questão de lembrar do passado, a vida se encarrega de apagar e escrever uma nova historia.
Gramaticas. 
Há 3 horas / 1.968 notas / reblog
Leia, porque esse texto é pra você.
Quero ir direto ao ponto dessa vez, e vou ser o mais sucinto possível. Não vou usar palavras difíceis de escrever ou pronunciar. Mas, entenda, de uma vez por todas, porque eu não vou suportar ter que te escrever mais uma vez. Não vou aguentar ter que reorganizar todos os meus sentimentos e ter que coloca-lós em palavras novamente. Então, leia com atenção. Poderia citar o teu nome, mas seria o mesmo que te dizer isso em voz alta e olhando no fundo dos teus olhos. E, bem, eu e você sabemos que não tenho coragem suficiente pra isso. Por isso costumo deixar as coisas assim, subentendidas. Por detrás dessas entrelinhas eu despejo tudo o que sinto. Por detrás de cada palavra, escondo meus sentimentos - meus reais e sinceros sentimentos. Esqueça tudo que eu já te disse, mas, por favor, tente não esquecer o que estou prestes a dizer. Esqueça todas as palavras que foram ditas de forma errada. Esqueça todas as vezes que te deixei ir, e os dias em que eu disse que você era substituível. Porque você não é. Nunca foi. E por mais que eu tenha te dito isso, você nunca será. Chegamos ao clichê. É inevitável, eu sei. Mas tratando de sentimentos, tudo se resume a isso: clichê. Não sei como expressar de outra forma sem usar esses termos meio melosos e ridículos. O problema é esse: eu não sei demonstrar o quanto amo você. Nunca soube. Porque, por mais que isso vire um livro, ainda irão faltar páginas que descrevam o tamanho do que eu realmente sinto. Desculpa, mas eu acabei reprovando na matéria de fazer com que as coisas deem certo. E com você, mesmo sendo tão complexo, eu queria muito que desse. Tudo bem, talvez eu não tenha começado da melhor forma. Mas, entenda, eu tinha medo. Medo de me deixar levar por uma coisa que eu não consigo controlar. E mais medo ainda de gostar de ser levado por essa coisa. Eu tinha medo de chegar mais perto e não conseguir ir pra longe nunca mais. E, exatamente por medo, eu tentei te afastar e socar o meu coração até ele não ter mais forças pra gostar do seu sorriso, da sua boca, dos seus olhos. Eu tentei diminuir o meu fluxo sanguíneo até que você se esvaísse completamente das minhas veias. Foi em vão, confesso. Cheguei a um ponto onde ignorar é simplesmente impossível. Eu só te peço que, por favor, não zombe da minha cara, por mais que a sua maior vontade agora seja de apontar o dedo pra mim e dizer o quanto sou um babaca por tudo isso. É a primeira vez na vida em que me arrisco assim, sendo o mais transparente e verdadeiro possível. Não, essa não é a parte onde eu te faço mil e uma promessas românticas, cito todos os itens que formarão o nosso futuro ou te elogio da cabeça aos pés. Mas isso não quer dizer que eu não queira te fazer mil e uma promessas, planejar o nosso futuro ou exaltar as suas qualidades até que as pontas dos meus dedos doam. Simplesmente acho essas coisas uma perda de tempo. O que importa agora é que você saiba o que, de fato, se passa na cabeça e no coração desse idiota que vos fala. Com o amanhã a gente se preocupa depois, certo? E eu espero, do fundo do meu coração, que você também queira estar do meu lado quando ele chegar.
Querido John e Capitule. 
Há 3 horas / 10.982 notas / reblog
Beleza não é ter um cabelo longo, pernas finas, pele bronzeada e dentes perfeitos. Acredite em mim. Beleza é o rosto de quem chorava e agora sorri. Beleza, é a cicatriz no seu joelho que você tem desde aquela vez que você caiu quando era criança, beleza é quando o amor não te deixa dormir de noite, beleza é a expressão no seu rosto quando o despertador toca de manhã. É a maquiagem borrada quando você toma banho, é a gargalhada de quando você conta uma piada e só você entende. Beleza é encontrar o seu olhar e ficar sem rumo, beleza é o seu olhar quando eu olho para ele, é quando você chora por suas paranoias, são as linhas de expressão marcadas pelo tempo. Beleza é o que a gente sente por dentro e que também reflete por fora. Beleza são as marcas que a vida nos deixa, todos os chutes e caricias que as memórias nos dão. Beleza, é se deixar viver.
Emma Watson.  
Há 3 horas / 11.021 notas / reblog
O maior erro de noventa e nove por cento das pessoas é ter vergonha de serem quem são, é mentir a esse respeito, fingindo ser alguém diferente. A honestidade era a sua marca, a sua arma, a sua defesa. Quando somos honestos, as pessoas se assustam, ficam chocadas.
Morte Súbita, J.K. Rowling.   
Há 3 horas / 19.753 notas / reblog